Baterias de Lítio-íon

Autor: Lucas Rosa (lucas.rosa@gogreenonline.com.br)

Diversas iniciativas em todo o mundo têm buscado resolver a complexa equação que apresenta de um lado a oferta e a demanda de energia, e do outro a redução dos impactos da geração, distribuição e armazenamento de energia. Para fazer frente a este cenário, uma das apostas globais tem sido a concepção de sistemas mais estáveis e resilientes pelo uso de tecnologias que viabilizem a geração e o armazenamento distribuído de energia elétrica associada a fontes renováveis de energia.

Na Califórnia, o vazamento de gás natural que ocorreu em 2015 acabou com uma das principais fontes de energia das usinas termoelétricas da região. Para solucionar de forma rápida esse problema, os reguladores do setor de energia elétrica liberaram para os fornecedores de energia a utilização de baterias. A ideia é que as baterias são capazes de armazenar eletricidade durante o dia e liberando a energia à medida que a demanda aumenta no início da noite. No sul da Califórnia já existem três usinas de armazenamento de energia que abastecem a região. Essas usinas são compostas por milhares de versões gigantes das baterias de lítio-íon que são utilizadas em smartphones, notebooks e outros aparelhos digitais. A Califórnia enxerga o armazenamento de eletricidade como uma ferramenta fundamental para gerir melhor a rede de energia, integrar uma quantidade crescente de energia solar e eólica e reduzir as emissões de gases de efeito estufa.

Esse projeto é acompanhado de perto por defensores de energia renováveis, pois se funcionar como previsto, isso ajudará a geradores eólicos e solares a funcionar como usinas tradicionais, uma vez que trabalharão de maneira contínua, liberando energia mesmo quando os ventos pararem de soprar e o sol parar de brilhar.

A Tesla Motors, conhecida mundialmente por apostar em ideias inovadoras, está usando a tecnologia das baterias de íons de lítio para se posicionar como líder do mercado emergente de armazenagem de eletricidade, pretende lançar ainda em 2017 a Powerwall 2, uma bateria de consumo pensada para uso doméstico ou em empresas. A combinação dessa bateria com painéis solares poderá permitir que alguns proprietários de imóveis evitem a compra de energia elétrica das concessionárias. A Powerwall 2 armazena a energia elétrica obtida através dos painéis solares e abastece a casa em horário oportuno. Em caso de queda de energia, a Powerwall 2 também pode ser utilizada como gerador para abastecer toda a casa. A fábrica da Tesla também está produzindo sistemas fixos de armazenagem para empresas e concessionárias de eletricidade.

Fonte:

http://blogs.pini.com.br/posts/tecnologia-sustentabilidade/armazenamento-de-energia-sistema-de-baterias-de-litio-371918-1.aspx

http://www.oarquivo.com.br/variedades/ciencia-e-tecnologia/4465-baterias-da-tesla-pode-amea%C3%A7ar-rede-el%C3%A9trica-tradicional.html

http://www.gazetadopovo.com.br/economia/energia-e-sustentabilidade/na-california-baterias-gigantes-fornecem-energia-para-a-rede-eletrica-es6eypku5us6yjnsualmd85jg